QUERIDA ESCLEROSE MÚLTIPLA... Uma carta para minha EM

Esta carta não foi escrita por mim, mas certamente poderia ter sido. Por mim ou qualquer dos meus colegas esclerosados.


Esclerose Múltipla.


Você está aqui.


Você não mora em qualquer outro lugar, mas aqui, dentro de mim. Nove anos e contando. Provavelmente muito mais tempo, se você realmente quer jogar sujo.


Por que você me escolheu quando havia tantas outras pessoas que você poderia ter escolhido? Você provavelmente estava buscando vingança por eu ter trabalhado demais e descansado tão pouco. Você provavelmente pensou que seria divertido me ver chorar no primeiro degrau da escada, por estar tão cansada e não conseguir subir. Será que você realmente achou isso engraçado?


Eu não estava vivendo com doenças o suficiente para você ter que entrar no meu cérebro e ali ficar, como um velcro? Fiz uma cirurgia abdominal, três meses antes de você ter me arrebatado. Você atingiu meus olhos e criou novos níveis de dor em meu corpo.


Fui a especialistas que disseram que meus ouvidos estavam bem quando a neuralgia do trigêmio* tomou conta do meu rosto. Fui ao dentista, ao otorrinolaringologista e em outras pessoas super inteligentes que não tinham nem ideia do que dor nos olhos e na face realmente significavam.


Como se atreve a tomar conta da minha vida assim? Como se atreve a mudar meus relacionamentos, minha vida profissional e perturbar a minha família e amigos desta forma? Dois dos meus amigos descaradamente disseram que não poderiam lidar com a minha doença; um fugiu, o outro eu deixei ir porque nossa amizade foi baseada em uma mentira.


Minha família? Eles são tudo para mim. Alguns também disseram coisas que me feriram, porque eles não sabem qual é a sensação de viver com o cérebro doente.


O pior de tudo foi me aposentar com 36 anos de idade. Eu amava meu trabalho, sempre amei trabalhar duro, mas você tirou isso de mim. Você, sua doença ignorante, egoísta e perturbadora, fez tudo isso comigo. Mas eu não vou deixar você ganhar. De jeito nenhum.


Onde está o manual que me ensina a te aceitar e a me adaptar? A EM simplesmente bate em você como uma tonelada de tijolos, e você tem que descobrir sozinho como lutar.


Você fez cada um de nós diferente. A EM tem muitos sintomas diferentes, e quer que você passe por isso sozinho. Eu nunca pedi por você, eu nunca quis você, então eu com certeza quero que você se vá. Para sempre.


Eu te entendi no entanto.


Eu tenho você... mas mesmo assim eu ganhei.


Eu ganhei fantásticos novos amigos e uma nova filosofia de vida.


Eu ganhei amor onde eu pensei que não existia nenhum.


Na necessidade, você realmente aprende quem são seus verdadeiros amigos. Encontrei confiança naqueles que ficaram por perto.


Você não é minha dona EM, você não receberá elogios por ter me encontrado. Não importa o quão mal você venha a me tratar no futuro, eu sou sua dona.


Você é você e eu sou eu. Eu nunca vou esquecer que eu te conquistei. Talvez não fisicamente, mas mentalmente eu sou mais forte que você.


Você está aqui para ficar, mas eu ganhei.


Eu ganhei ontem.


Eu ganho hoje.


E eu ganharei amanhã também.



* Neuralgia do trigêmio, ou nevralgia do trigêmio, é uma condição de dor crônica que afeta o nervo trigêmio. A neuralgia do trigêmeo se distribui em três pontos em especial: a região frontal que toma a órbita ocular e parte do nariz, a região malar que se estende até a asa do nariz e parte do lábio superior e a região temporal que passa pelo lado do ouvido e acompanha a mandíbula ou maxilar inferior. (Drauzio Varella)


FONTE: Living Like You

Gostou deste post? Envie um e-mail com o seu comentário.

Posts Destacados 
Posts Recentes
Procure por Tags